"Novo Mais Educação" chega a 17 escolas da rede municipal de ensino.
redação

Um total de 17 escolas da Rede Municipal de Ensino de Itabuna está incluído no Programa Novo Mais Educação com a participação e mobilização de articuladores, mediadores e monitores. O programa é um mecanismo do Ministério da Educação e em 2017 tem como objetivo não só ampliar as atividades complementares nas escolas, como também melhorar a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática, no Ensino Fundamental, através da extensão da jornada escolar dos alunos, num turno complementar, visando intensificar o processo de alfabetização e letramento dos mesmos.

 

A implantação do Programa Novo Mais Educação na Rede, foi precedido segundo a secretária de Educação Anorina Smith Lima, de uma reunião dos diretores das escolas que estavam aptas para adesão ao Programa e, em seguida, os integrantes do Departamento de Educação Básica fizeram visitas de avaliação às Unidades Escolares.

 

No passo seguinte, a Secretaria de Educação fez uma chamada pública para a Seleção dos Voluntários. Cerca de 300 pessoas se inscreveram para participar da seleção de currículos. Os candidatos selecionados passaram por um treinamento e depois, foram encaminhados para observação e começarem os trabalhos nas escolas com a realização de oficinas específicas.

 

Ela informa que até agora foram feitos três treinamentos de formações com os articuladores das escolas, que são as pessoas responsáveis dentro da escola, para articulação do trabalho dos mediadores e facilitadores para que eles pudessem aprender a utilizar o Sistema CAed, onde lançarão os dados das atividades dos facilitadores e mediadores das escolas operacionalizando o registro de atividades.

 

A secretária ressalta que a abertura do Programa Novo Mais Educação na Escola Municipal Ação e Cidadania ocorreu no início de agosto de 2017, em Itabuna e que o processo para sua implementação ocorreu de maneira extremamente organizada, com a presença de toda a equipe da unidade escolar, dos voluntários do programa, de Agentes de Endemias (Secretaria de Saúde), bem como técnicos da Assessoria de Esporte, Desporto e Lazer Escolar da Secretaria da Educação, além de pais e mães de alunos.

 

A solenidade de lançamento do programa foi marcada por apresentações de dança e teatro; de música acústica (voz e violão) e ainda, atividades com jogos matemáticos. A unidade escolar ofereceu também um lanche para todos os alunos daquela unidade de ensino.

 

"O trabalho foi muito positivo e demonstrou a possibilidade que o Programa oferece para ampliar as condições de melhoria do rendimento e desempenho escolar, assegurando assim, o "direito de aprender" dos alunos", finalizou Anorina Smith Lima.

 
 
mais notícias....