Assistência Social vai cadastrar 3,5 mil idosos não incluídos no Cadúnico.
redação

A Secretaria de Assistência Social está iniciando através do Departamento de Combate à Pobreza, a inclusão de 3,5 mil idosos assistidos pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC) no Cadastro Único para Programas Sociais (Cadúnico), um sistema que reúne informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda agrupadas em um só lugar. O cadastramento termina em 31 de dezembro e está sendo realizado nos três Centros de Referência em Assistência Social nos bairros Jardim Grapiúna, Nova Ferradas e Urbis IV e a partir da próxima semana na própria sede da SAS.

 

O trabalho foi anunciado pela diretora do Departamento de Combate à Pobreza, Carol Suzart destacando que a inclusão dos beneficiários do BPC no Cadúnico, que envolve mais de 20 programas do governo federal na área da Assistência Social e executados através dos municípios, é obrigatória. Cabe salientar que o beneficiário do BPC deve apresentar sua documentação e informar os CPFs das pessoas residentes no domicílio onde vive.

 

Cadúnico

 

O Cadúnico atende famílias de baixa renda que têm uma receita de meio salário mínimo mensal por pessoa integrante da mesma ou aquelas em que a renda total mensal é de até três salários mínimos. São essas as famílias que vivem em estado de pobreza ou extrema pobreza e precisam do auxílio do governo para conseguirem suprir algumas necessidades, preferencialmente, as básicas. Através do CadÚnico, essas famílias então, tem a possibilidade de ingressarem em todos os programas sociais promovidos pelo Governo Federal.

 
 
mais notícias....