Quatro Programas de Pós-graduação da UESC recebem 5 na avaliação da Capes.
redação

Quatro programas de Pós-graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) mantiveram ou aumentaram seus conceitos, atingindo o 5 na avaliação realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação, referente ao período 2013 a 2016. Trata-se dos Programas de Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, Ecologia, Conservação da Biodiversidade, Zoologia e Genética e Biologia.

 

A avaliação do Sistema Nacional de pós-graduação é realizada periodicamente pela Capes, com a participação da comunidade acadêmico-científica, por meio de consultores num processo que assegura a qualidade dos cursos de mestrado e doutorado no país. Esta avaliação quadrienal da qualidade acadêmica da pós-graduação, além de ser fundamental à manutenção do funcionamento dos programas, é um indicador de qualidade, embasando as políticas governamentais e institucionais para o crescimento qualitativo e quantitativo dos cursos.

 

Os cursos de pós-graduação da UESC obtiveram avanços nesta primeira etapa da avaliação, como por exemplo, os programas de Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, Ecologia e Conservação da Biodiversidade e Zoologia, que saíram do conceito 4 para o conceito 5. Outros cursos mantiveram o mesmo patamar de avaliação em relação à avaliação anterior, como o curso de Genética e Biologia Molecular, nível de mestrado e doutorado, que possui conceito 5.

 

Um dos diferenciais desta avaliação da Capes foi a reserva de um período para análise exclusiva dos mestrados profissionais. O Mestrado Profissional em Formação de Professores da Educação Básica foi avaliado com conceito 4 e os demais mestrados profissionais, vinculados à Universidade, obtiveram avaliações semelhantes aos períodos anteriores.

 

Avanços e desafios

 

A professora Adélia Pinheiro, reitora da UESC, ressaltou: "Estamos elevados com o recente resultado da avaliação quadrienal da Capes com o Programa de Genética nos dando sinais que pode chegar ao conceito 6 nas próximas avaliações. Temos o Programa de Ecologia alcançando o conceito 5 e que esperamos na próxima avaliação 6 e, ainda, Zoologia alcançando conceito 5. O bom resultado que colhemos não ocorre ao acaso: é sim o resultado do esforço e do comprometimento dos professores, técnicos, estudantes e de políticas institucionais que têm se demonstrado acertadas e capazes de nos subsidiar em todo esforço que fazemos."

 

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, George Albuquerque, destacou que "o resultado da avaliação foi positivo para a UESC. Passamos de um programa com conceito 5, para quatro programas com esse conceito, evidenciando a melhoria da qualidade dos nossos cursos." No interior do estado a UESC tem 4 programas com conceito 5 e a UESB tem 2 e a UEFS também 2.

 

Confira o resultado da Avaliação no: http://www.capes.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/8557-divulgado-o-resultado-da-1-etapa-da-avaliacao-quadrienal-2017

 
 
mais notícias....