Estudantes personalizam ambiente escolar com painéis artísticos nas salas de aula.
redação

Com o projeto "Nossa sala - nossa cara", estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Negócios Severino Vieira, no bairro de Nazaré, em Salvador, estão mudando o ambiente escolar. Por meio de pinturas, os alunos estão produzindo painéis artísticos nas paredes das salas, retratando temáticas como sustentabilidade ambiental. A iniciativa vem transformando a unidade em um local mais aconchegante, e promover a conscientização sobre a importância da conservação do patrimônio público.

A professora de Arte e arquiteta, Elisete Abreu, contou sobre a criação do projeto. “A ideia surgiu a partir de um questionamento de um estudante que gostaria de contribuir para a conservação da unidade. Então realizamos o trabalho em três salas e agora estamos nos primeiros passos para mais três. Começamos com alunos do curso técnico em Edificação que podiam colocar em prática muito do que é aprendido na área, com planejamento, assentamento e todo o processo para a pintura, mas deu tão certo que outros cursos também tiveram interesse e estamos expandindo, aos poucos, para toda a escola”, disse.

A estudante Luma Santos, 16 anos, do 3º ano do curso técnico de nível médio em Edificações falou sobre a iniciativa. “Estamos colocando em prática o que estamos aprendendo na área da Construção Civil o que é muito importante para a nossa formação. Isto ainda promove uma nova cara para a escola, pois todo o planejamento de pintura é feito dentro da nossa identidade. Na sala que estamos trabalhando, estamos desenvolvendo o tema ‘Geek’ e já estamos no esboço para definir personagens e cenários”, explicou.

Para a estudante do 3º ano em Edificações, Juliana Lima, 18, o trabalho também motiva a conservação e a preservação da unidade escolar. “É muito bacana alinhar essa atividade de aprendizado técnico com aspectos de conscientização sobre o patrimônio da escola. Isto acaba sendo um motivador para outros alunos e o comportamento em toda unidade fica voltado para a limpeza e para a preservação do local”, contou.

A diretora do CEEP, Juçara Silva, disse que estas intervenções também contribuem para a formação cidadã dos estudantes. “O objetivo dos cursos técnicos é preparar o estudante para o mundo do trabalho. Então, além do conhecimento prático-teórico, que é fundamental, promovemos atividades que também contribuam para a formação cidadã do profissional. É muito gratificante ver a mobilização deles de forma voluntária nos finais de semana para desenvolver as atividades”, salientou.

 
 
mais notícias....