Ilhéus terá duas creches-escolas indígenas em Olivença.
redação

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, vai autorizar a criação de duas creches-escolas indígenas, para crianças de zero a cinco anos, na localidade de Olivença, onde há uma reserva da tribo tupinambá. O ato será oficializado no próximo dia 30 de setembro, durante a caminhada pelo Dia da Consciência Indígena, atendendo a um pleito da comunidade Tupinambá feito há 10 anos.    

 

A instalação das creches-escolas foi discutida durante reunião do prefeito Mário Alexandre, na segunda-feira (10), no auditório do Centro Administrativo do Município, com as presenças do cacique Sival Tupinambá; coordenadora estadual do NTE 5 (Núcleo de Tecnologia Educacional), Jaqueline Jesus Araújo da Silva; presidente do Conselho Municipal de Educação e da APPI, Osman Nogueira,  técnica em Educação da Funai, Márcia Singer, coordenadora geral dos programas da secretaria de Educação, Célia Miranda, coordenadora da Educação Infantil, Sara Lemos, além de membros de comunidades indígenas.

 

Estas serão as primeiras creches-escolas indígenas geridas em nível de município na Bahia. Os recursos utilizados são oriundos do Governo Federal, em parceria com a Prefeitura de Ilhéus. Na oportunidade, a coordenadora do NTE indígena, Jaqueline Jesus da Silva, agradeceu ao acolhimento do prefeito Mário Alexandre à proposta e explicou que, atualmente, cerca de 180 crianças estudam de forma precária em galpões e espaços na localidade, sendo que  80% delas são indígenas. "De 350 a 400 crianças estão fora das creches-escolas", salientou.

 

Resgate - O prefeito destacou a importância da educação e da cultura para o desenvolvimento das pessoas e do país. E ressaltou que "de pronto atendeu à reivindicação para a criação primeira creche indígena, porque é um povo que vive muitas vezes sem acesso a educação e que as mães ficam sem poder trabalhar por não terem com quem deixar seus filhos. Então, como sempre, estamos dialogando com o conselho, com o Ministério Público, com as comunidades indígenas. Esse é um governo de diálogo e acredito que esteja dando certo", acrescentou Mário Alexandre.

 

Por sua vez, o cacique Sival Tupinambá afirmou que a luta pela construção dessas duas creches para a comunidade indígena tupinambá de Olivença acontece há alguns anos. Ele informou que houve audiência pública na Câmara de Vereadores, aprovação do projeto junto ao Conselho Municipal de Educação e que dependia apenas da aprovação do prefeito. "Esta é mais uma conquista para o povo Tupinambá", comemorou o cacique.

 
 
mais notícias....