Biblioteca Pública de Ilhéus sedia exposição de bordados com linhas e pedrarias.
redação

Com o objetivo de gerar emprego e renda com possibilidade real de comercialização, estabelecer vínculos cooperativistas e promover o desenvolvimento da atividade de bordados no sul da Bahia, 28 artesãs de Ilhéus abrirão uma exposição de bordados com linhas e pedrarias, nesta quarta-feira (10), a partir das 14 horas, na Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho, situada na Praça Castro Alves, centro da cidade. O grupo foi contemplado pelo edital Cultura Livre, da Secretaria da Cultura de Ilhéus.

 

A artesã, educadora social e idealizadora do Projeto Adeli, Tânia Mara Figueiredo, informa que a mostra é resultado de oficina realizada no final do mês passado, nos bairros São Francisco e Nossa Senhora da Vitória. "O público de Ilhéus e região está convidado para conhecer os trabalhos manuais confeccionados por artesãs de diversas idades que contaram com a orientação das pesquisadoras Adriana Barreto (desenhos e riscos) e Jaiane Costa (auxiliar da oficina)", informou.

 

Tânia Mara Figueiredo destaca ainda que, a partir de agora, as artesãs irão iniciar um curso prolongado de qualificação profissional e social. "As atuais alunas serão facilitadoras para as próximas ações e o objetivo é ampliar para outras comunidades do município", lembrou.

 

O secretário da Cultura, Pawlo Cidade, ressaltou que o fomento às ações culturais é uma realidade. "Primeiro são as ações pontuais, depois vamos ampliar para grandes projetos elaborados e apoiados pelo prefeito Mario Alexandre", destacou.

 
 
mais notícias....