PM e empresários vão utilizar whatsapp para ampliar segurança no comércio de Itabuna.
redação
Para garantir uma comunicação mais rápida e eficiente com a Polícia Militar, os empresários de Itabuna, no sul da Bahia, estarão em contato conjunto e direto com o órgão de segurança por meio de um grupo de WhatsApp. A rede social será um espaço aberto para que os empresários, vinculados às entidades da ACEI, CDL e Sindicom, comuniquem qualquer suspeita de ato criminoso no estabelecimento ou no entorno comercial.
 
O pontapé inicial foi dado nesta semana, quando o major do 15º Batalhão da PM (BPM/Itabuna), Manoilzo Neves, recebeu das classes empresariais a doação de sete smartphones, que serão distribuídos para as companhias da PM na cidade e ficarão disponíveis com um policial plantonista responsável por visualizar as mensagens no grupo e acionar uma viatura, caso necessário.
 
De acordo com o major Neves, o grupo está em fase de implementação das regras de convivência, mas, nos próximos dias, já estará funcionando. “Ao todo serão criados quatro grupos, de acordo com as áreas comerciais da cidade onde atuam as companhias da PM, no bairro São Caetano, centro da cidade, bairro Santo Antônio e os bairros Califórnia e Fátima”, explicou o major.
 
Segundo o presidente da ACEI, Sérgio Velanes, o objetivo é promover bem-estar da população, além de contribuir com a ação da PM no combate a furtos e roubos no comércio em geral. “A iniciativa vai melhorar a comunicação e a informação entre lojistas e a Polícia Militar, buscando trazer tranquilidade aos clientes e às pessoas em circulação nas ruas”, afirmou o representante da classe.
 
A iniciativa é das entidades de classes, Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna e Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista do Município de Itabuna. A estratégia de atuação será do 15º BPM. 
 
 
mais notícias....