Iniciadas ações da primeira etapa do fechamento do canal do Malhado.
redação

Antes de assinar o contrato com a Embasa para realização do abastecimento de água e esgotamento sanitário para o município nos próximos 30 anos, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre articulou uma parceria com a empresa. Nesta sexta-feira (9), equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil (Seinfra) acompanharam os trabalhos iniciais da primeira etapa do fechamento do canal do bairro Malhado, na altura do Supermercado Rondelli à loja Serafértil.

 

Entre os principais serviços, levantamento topográfico da área do canal, considerando curvas, níveis e interferências. Depois de cindo dias, início da sondagem do projeto estrutural. Segundo os engenheiros, cumpridas estas etapas, inicia o processo orçamentário para em seguida licitar a obra. A articulação garantiu cerca de R$1,6 milhão, que inclui também contrapartida à parceria com a concessionária para viabilização do saneamento básico do bairro Pontal.

 

Para o prefeito, a estratégia do seu governo é dinamizar a economia local e promover saúde de qualidade à população que mora no entorno do equipamento, além do público que usufrui dos serviços e produtos que são comercializados ali. A Central de Abastecimento do Malhado é um vetor de impulsionamento do comércio informal, que cria uma verdadeira teia de atividades de pequenos negócios que são essenciais para geração de empregabilidade e renda.

 

Canal da Urbis – Ainda nesta sexta-feira, uma outra equipe da Seinfra visitou o bairro Hernani Sá (Urbis). No local, o Município prepara um projeto que visa o fechamento do canal que fica na Avenida Sylvio Silva. Foram iniciados também as fases preliminares com os serviços de topografia, sondagem, projeto executivo, orçamento e envio para licitação. O titular da Seinfra, Átila Docio disse que o prefeito exigiu a conclusão deste projeto o mais breve possível, a fim de buscar os recursos em Brasília. 

 
 
mais notícias....