Terceira etapa do Campeonato Baiano de Triathlon será em Ilhéus.
redação

Depois de percorrerem as cidades de Salvador e Juazeiro, centenas de atletas chegarão a Ilhéus para acirrarem disputa na terceira etapa do Campeonato Baiano de Triathlon, que acontecerá nos dias 5 e 6 de outubro. A etapa soma pontos no ranking para definir os títulos de Campeão Baiano de Triathlon da categoria geral masculina e feminina. O título definirá classificação para o Campeonato Brasileiro, que acontece em novembro, no Rio de Janeiro.

 

No sábado (5), haverá um simpósio no Teatro Municipal de Ilhéus, das 14 às 18h, com distribuição de kits para os competidores. No domingo (6), a concentração será às 6h da manhã, na Praia do Cristo, quando começam as provas do Triathlon Sprint e Aquathlon Sprint, no circuito que atravessa o centro histórico da cidade.

 

A reunião de alinhamento do evento ocorreu no gabinete do Centro Administrativo, bairro Conquista, na última sexta-feira (27), com a presença dos representantes da Federação Baiana de Triathlon (Febatri), da Associação dos Triatletas do Sul da Bahia (AstriSul) e da comissão organizadora, composta por membros de secretarias e órgãos municipais.

 

Mário Alexandre destacou que o apoio institucional aos eventos esportivos fomenta e valoriza o desempenho dos atletas da cidade, além de incentivar a prática esportiva em diversas modalidades. "Esses eventos proporcionam às crianças e aos jovens uma conexão positiva com o esporte, que além do entretenimento, traz benefícios à saúde mental e física".

 

De acordo com Igor Costa, atleta e presidente da AstriSul, a competição estima reunir cerca de 200 esportistas, entre profissionais, amadores e apaixonados pela modalidade, incluindo o público infantil. Costa explica que o slogan "Onde tudo começou", recorda a fundação da Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri) em Ilhéus, datada de junho de 1991, quando ficou sediada por 10 anos na cidade.

 

"Essa etapa representa a retomada do triathlon e da grande relevância que possui na cidade. Em Ilhéus, por exemplo, se construiu uma história de mundiais e pan-americanos. Queremos fazer o resgate e dar esse primeiro impulso por meio do campeonato baiano, que vem com uma nova roupagem, realizando provas por todo o estado", enfatizou Costa.

 

Para o presidente da AstriSul, o evento aquece a economia, atraindo pessoas para participarem nos dois dias de provas. "Quando os atletas participam das competições trazem a família, ficam hospedados, consomem em restaurante e compram produtos do comércio local. Isso revela um fator positivo, uma vez que é mais uma forma de divulgar o nome da cidade", reconheceu.

 

A etapa "Onde tudo começou" é promovida pela AstriSul e pela Febatri. A etapa final acontecerá no mês de outubro, em Salvador. Para 2020, além de Ilhéus, os organizadores avaliam levar outras etapas do Campeonato Baiano para Valença e Porto Seguro. O triathlon é a modalidade que combina três esportes: natação, ciclismo e corrida.

 

 
 
mais notícias....